Bel transforma seus gerentes em especialistas em feedback

"Esse programa de treinamento, adaptado localmente, pode ser realizado em até 18 meses. A taxa de satisfação entre os participantes já atingiu 87%."

Maude MAYER-ANSQUER

Vice-Gerente de Treinamento da Equipe de RH, Bel

Bel

close

Bel transforma seus gerentes em especialistas em feedback

Setor

Bens de consumo

Desafio

Garantir bem-estar e engajamento

A fabricante de queijos Bel atua mundialmente com 33 unidades de produção e quase 11 mil funcionários. É recorrente sua necessidade de lidar com diferenças culturais no treinamento, ainda mais quando se tratou de lançar um programa de alcance mundial sobre técnicas específicas de fornecer feedback. Era um objetivo ambicioso: ensinar chefes  e gerentes de equipes de todas as linhas a receber feedback e usá-lo para estimular e motivar suas equipes. Com alto nível de satisfação dos gerentes envolvidos e retorno entusiástico da própria equipe, o sucesso da iniciativa é inegável.

“Em 2011, lançamos uma pesquisa em todo o grupo para analisar o comprometimento do nosso pessoal e identificar as áreas em que precisávamos trabalhar. Estudamos os níveis de satisfação em diversas áreas: gestão, administração, organização do trabalho etc.”, explica Laurence Hollobon, Diretor Corporativo de Talentos. Os resultados revelaram um déficit em termos de feedback: 53% do pessoal expressou a necessidade de receber mais feedback dos gerentes. Quando essa demanda foi identificada, o grupo BEL decidiu promover um grande programa de treinamento para 2 mil gerentes e chefes de equipe e escolheu as soluções de treinamento a distância da CrossKnowledge para essa iniciativa. “Existe uma variedade de recursos de treinamento: não só vídeos e fichas práticas, mas também módulos que tornam possível a aquisição de conhecimento sobre assuntos importantes, especialmente no que diz respeito a escutar ativamente”, aponta Maude Mayer-Ansquer, Vice-gerente de Treinamento da equipe de RH do grupo. Uma vez que a decisão foi tomada, o processo de implantação foi bastante rápido e o projeto foi iniciado em junho de 2012.

Implantando o blended learning nos quatro cantos do mundo

A ideia inicial era treinar todo o grupo-alvo até o final de 2013. No entanto, não foi considerada a reorganização que ocorreu em alguns países e, por isso, o prazo foi estendido. “Nós planejamos concluir a implantação mundial em 2014”, disse Maude Mayer-Ansquer. Enquanto isso, sessões de integração serão criadas para os novos recrutas.

No que se refere a design instrucional, o programa é organizado em três etapas. A primeira é uma introdução teórica que é propositadamente obrigatória para garantir que todos os níveis sejam consistentes, de modo que o encontro presencial possa se concentrar principalmente na aplicação prática das competências. Em seguida, temos sessões presenciais lideradas por coaches. Para garantir que a mesma mensagem seja comunicada em todas as partes do mundo, a Bel contratou uma firma de consultoria para ativar uma rede completa de coaches. “Quando se trata de algo sutil, como feedback, a cultura é um fator que precisa ser considerado. Isso significa que precisamos de coaches nativos capazes de compreender as realidades culturais específicas de cada país”, diz Laurence Hollobon. Após o recrutamento dos coaches, eles foram reunidos em Paris. O objetivo era mostrar a eles o conteúdo do treinamento, treiná-los na metodologia e colocá-los em situações reais. Além dos dois dias de treinamento presencial, módulos on-line e não obrigatórios também foram disponibilizados. Esses módulos apresentam técnicas específicas aos participantes, como escuta ativa e empatia. A iniciativa tem sido um grande sucesso. Além disso, como os assuntos oferecidos são variados, cada pessoa pode escolher se aprofundar mais nos assuntos que considerar mais relevantes. Atualmente, 50% dos colaboradores envolvidos no programa foram treinados em todo o mundo, e 70% deles, na França.

Avançando com o e-learning

“Temos metas de desenvolvimento tão ambiciosas que nosso sistema de gestão precisa ser extremamente eficaz e inspirar nossas equipes. É por isso que o feedback é uma de nossas prioridades”, explica Maude Mayer-Ansquer. Uma nova pesquisa em alguns meses possibilitará a avaliação do impacto do programa de treinamento.

Um dos requisitos expressados pelo grupo Bel foi que as modalidades de treinamento evoluíssem conforme fossem relevantes às novas práticas empresariais. “Estamos aguardando os resultados antes de tomar a nossa decisão, mas esperamos desenvolver nossas iniciativas de treinamento a distância com conteúdo cada vez mais atraente”, declara Maude Meyer-Ansquer. Os índices de satisfação dentre os participantes do treinamento (87%) sugerem um futuro promissor para o ensino a distância na Bel.

Dê mais um passo
para sua transformação

Contato
close